segunda-feira, 26 de novembro de 2012

A VIÚVA TRISTE


A VIÚVA TRISTE!



Ela na vida é feliz
Junto do ser amado.
O futuro não prediz
No presente sublimado,
Para ela o importante
É ser amiga e amante
De este ser que ela adora
Que acarinha e ama
Com muita bondade
Ele lhe retribui em amor,
Essa maravilhosa chama
Que os une em felicidade.

Mas a vida é assim feita
A felicidade não perdura,
E um dia num repente
Sua felicidade é desfeita.
A realidade foi bem dura
E aquela infeliz mulher
Destruída no seu ser
Dentro do coração sente
A falta, o vazio da partida
Do ser a quem uniu a vida.
A morte sinistra malvada
Ceifou-lhe a sua vida
Para sempre o arrancou
Á mulher que tanto amou.
Esta em lágrimas lavada
Com a alma destroçada
O querido amado chorou.

Mesmo dia um ano depois.
Ela invadida pela saudade
Dos momentos que os dois
Tinham vivido em felicidade,
Em carinho amor partilhado
Por ela e o homem amado
Está tristemente chorando
De mãos postas rezando.
E sofrendo com saudade
Aquela viúva bem triste
Sente no fundo do coração
Que o amor ainda existe.
E vai com muita emoção
Muito baixinho chorando.
A tristeza a invade.
Tendo amor no coração
Está morrendo de saudade!

Victor Alexandre

Um comentário:

  1. Muito triste, mas um poema belíssomo como todos que escreve. Visite meu site...

    ResponderExcluir