segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

ESTAMOS VIVENDO OS ÚLTIMOS DIAS DESTE MUNDO?







ESTAMOS VIVENDO OS ÚLTIMOS DIAS DESTE MUNDO?
     
        Hoje em dia fala-se muito do fim do mundo e ultimamente falou-se que segundo o calendário Maia o fim do mundo  será do dia 21 de Dezembro de 2012. Essa datá já passou e isso não aconteceu.
No entanto Jesus Cristo também falou muito do fim do mundo. Leia os capítulos 24 e 25 de Mateus, o capitulo 13 de Marcos e o capitulo 21 de Lucas. O apóstolo Paulo na segunda carta que escreveu a Timóteo no capitulo 3, versículo 1 a 5 diz o seguinte: Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também desses.
Esta descrição do apóstolo mostra bem que hoje nós estamos vivendo os últimos dias. Logo depois virá o fim!
Mas quando será o fim? – Os apóstolos fizeram a mesma pergunta a Jesus. Veja a resposta em Mateus 24:35, 36 e 44: Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão.
Daquele dia e hora, porém, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, senão só o Pai. Por isso mostrai-vos prontos; porque o Filho do homem virá numa hora em que não pensais.
Só o Pai sabe o dia e a hora  em que a grande tribulação começará. Isso é mais uma prova de que o Filho não é o Pai como ensinam as igrejas. Quando chegar essa hora  o Pai enviará o seu Filho para resgatar a sua verdadeira Igreja e desencadear o Dia do Juízo.
O apostolo Pedro também falou dos nossos tempos na sua segunda carta capitulo 3  versículo 3 a 9: ... sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores com zombaria procedendo segundo os seus próprios desejos, e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os nossos antepassados dormiram (na morte), todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Pois eles de propósito ignoram isto e escapa-lhes este fato, de que desde a antiguidade havias céus, e uma terra sobressaindo compactamente à água e no meio da água pela palavra de Deus; pelas mesmas coisas o mundo de então sofreu destruição ao ser  afogado em água;mas pela mesma palavra,  os céus e a terra que agora existem, têm sido guardados para o fogo, sendo reservados para o dia do juízo e da destruição dos homens ímpios.
Mas vós, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não é vagaroso quanto à sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânime para convosco, não querendo que ninguém seja destruído, senão que todos venham a arrepender-se.
Conforme mostra o texto, assim como foi nos dias de Noé quando veio o Dilúvio, assim será o fim do atual mundo. Mundo aqui quer dizer o sistema humano que domina o mundo. Céus representam os governos humanos e  Terra representa seus súditos, que vão ser destruídos como que por fogo. Erradamente as igrejas aplicam isso literalmente. Mas as Escrituras mostram que a Terra nunca será abalada – Eclesiastes 1:4 diz: Uma geração vai, e outra geração vem, mas a terra permanece para sempre. E o Salmo 104:5 também diz: Ele fundou a Terra sobre os seus lugares estabelecidos. Não será abalada, por tempo indefinido, ou para todo o sempre.
Assim como o Dilúvio só destruiu a humanidade ímpia, assim agora no fim do mundo será a humanidade ímpia que será destruída. Jesus Cristo foi bem claro ao comparar os dias de Noé com o fim do mundo. Veja Mateus 24:37 – 41. Ali diz: Pois assim como eram os dias de Noé, assim será também a presença  do Filho do homem. Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos; assim será também a presença do Filho do homem. Então, estando dois homens no campo, será levado um e deixado outro; estando duas mulheres a trabalhar no moinho, será levada uma e deixada a outra. Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor;
Será exatamente como diz o Salmo 37: 9-11 e 29: Porque os malfeitores serão exterminados, mas aqueles que esperam em Jeová herdarão a terra. Pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá; atentarás para o seu lugar, e ele ali não estará. Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz. Os justos herdarão a terra e nela habitarão para sempre.
Acima no texto de Mateus lemos: Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor; Ora, as igrejas ao prometerem o Céu a todo o mundo, não estão preparando os seus fiéis para receberem a presea do Filho do Homem. O Céu é apenas para um número reduzido de humanos conforme nos mostra Apocalipse 14:1,4  e  7:4 - E olhei, e eis o Cordeiro em pé sobre o Monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que traziam na fronte escrito o nome dele e o nome de seu Pai. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes foram comprados dentre os homens para serem as primícias para Deus e para o Cordeiro. E ouvi o número dos que foram selados, cento e quarenta e quatro mil de todas as tribos dos filhos de Israel:
Ora, diz o leitor, o Apocalipse é muito simbólico. É verdade que é muito simbólico, mas não nestes números. Porque depois de estar completada a selagem ou a escolha dos 144.00, nos versículos 9 e 10 do capítulo 7 lemos: Depois destas coisas olhei, e eis uma grande multidão, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, que estavam em pé diante do trono e em presença do Cordeiro, trajando compridas vestes brancas, e com palmas nas mãos;e clamavam com grande voz: Salvação ao nosso Deus, que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro.
Esta grande multidão só pode ser os mansos e justos do Salmo 37 que lemos antes. Estes herdarão não o Céu, mas a Terra como o Mestre falou no sermão da montanha: Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra.(Mateus 5:5) Quando vier o Cordeiro arrebatará o restante dos selados que ainda estiverem em vida e os levará para o Monte Sião celestial, a sede do Reino de Deus do qual eles vão fazer parte conforme Apocalipse 20:4 que diz: Então vi uns tronos; e aos que se assentaram sobre eles foi dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na fronte nem nas mãos; e reviveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.
Mas como podemos saber mais ou menos o tempo do começo dos últimos dias?
- Pelas profecias podemos saber isso. Jesus Cristo o maior profeta que já existiu falou o que está registrado em Mateus 24:3-8: E estando ele sentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Declara-nos quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo. Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos, que ninguém vos engane.
E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores. Em Lucas 21:11 Jesus acrescenta, pestes.
Desde o tempo de Jesus e até o final do século 19 houve muitas guerras e rumores de guerras, mas no início do século 20, em 1914 rebentou uma guerra diferente de todas as guerras, nações inteiras se levantaram contra nações inteiras, e reinos inteiros se levantaram contra reinos inteiros. Era a Grande Guerra ou a Primeira Guerra Mundial. Logo a seguir houve terremotos, fomes e pestes em um lugar após outro. Em 1918 a pneumônica, ou influenza espanhola, matou milhões de pessoas em todo o mundo. No texto de Mateus Jesus falou que tudo isso era apenas o principio das dores de aflição. Em 1939 estourou a Segunda Guerra Mundial muito mais mortífera do que a precedente. E até ao nosso tempo quantas guerras não têm sucedido, quantas pestes, quantos terremotos e fomes estão acontecendo em muitas partes do mundo?
Só esta profecia de Jesus já nos mostra que estamos no tempo do fim.
Porém, alguém pode dizer: Ora depois de 1914 já se passaram 95 anos, e ainda não aconteceu nada? Não, mas vai acontecer. Voltemos ao texto de Pedro na sua segunda carta capitulo 3, versículo 9: O Senhor não é vagaroso quanto à sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânime para convosco, não querendo que ninguém seja destruído, senão que todos venham a arrepender-se. 
Deus tem dado tempo para que os mansos da Terra sejam encontrados, aprendam a verdade de Deus para se poderem arrepender e vir a serem salvos. Isso é o cumprimento  de outra profecia do Mestre, Mateus 24:14 que diz: E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.
Surge então a pergunta: Estão os milhares de igrejas que existem pregando o mesmo evangelho, ou boas novas, que Jesus pregou? Não, elas estão pregando outro evangelho. Paulo falou disso em Gálatas 1:8 que diz: Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja amaldiçoado. Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja amaldiçoado.
Jesus falou: ESTE EVANGELHO DO REINO, infelizmente as igrejas pregando a Santíssima Trindade, a Imortalidade da Alma, o Inferno de Fogo, Uma vez salvo, salvo para sempre e outras doutrinas humanas, não estão pregando aquele Evangelho, o de Cristo e de seus apóstolos. Estão pregando o outro evangelho, porque o de Cristo lhes está velado. Paulo também falou disso com muita firmeza em 2 Coríntios 4:3,4: 
- Mas, se ainda o nosso evangelho está velado, é naqueles que se perdem que está velado, nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.
Só o conhecimento exato das Escrituras Sagradas pode dar o entendimento claro do propósito de Deus para cada um de nós. Deus tem dado tempo para que as pessoas que sinceras de coração aprendam a verdade de Deus para se poderem arrepender e serem salvos da grande tribulação. Referente à Grande Multidão de Apocalipse 7:9 os versículos 13,14 dizem: E um dos anciãos me perguntou: Estes que trajam as compridas vestes brancas, quem são eles e donde vieram? Respondi-lhe: Meu Senhor, tu sabes. Disse-me ele: Estes são os que saem da grande tribulação, e levaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.
Por isso se alguém vier na sua porta para lhe ensinar a Palavra de Deus, escute, faca perguntas e se lhe responderem com as Escrituras Sagradas, queira saber mais. Isso vai ajudá-lo para a Salvação!

Compilação e Conclusões de Victor Alexandre

domingo, 23 de dezembro de 2012

O QUE SÃO E QUANTAS SÃO AS CHAVES DO REINO DOS CÉUS?






O QUE SÃO E QUANTAS SÃO AS CHAVES DO REINO DOS CÉUS?
       Na Igreja de São Pedro em Sepetiba tem um vitral com a pintura de 2 Chaves, as armas do Vaticano que são a Mitra Papal e duas Chaves. Além disso a tradição católica afirma que São Pedro está abrindo a porta do céu para os bons quando morrem e a fechando para os maus. À luz das Sagradas Escrituras é isso verdade? - Leiamos Mateus 16:15-19
Mas vós, perguntou-lhes Jesus, quem dizeis que eu sou?
Respondeu-lhe Simão Pedro: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelou, mas meu Pai, que está nos céus. Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não prevalecerão contra ela; dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares, pois, na terra será ligado nos céus, e o que desligares na terra será desligado nos céus.
Sabemos que o tema da pregação de Jesus era: O Reino de Deus se tem aproximado. O Que é o Reino de Deus então? Pela leitura de todo o livro do profeta Daniel é o Governo Universal de Deus, com Jesus Cristo como Rei (Leia Daniel 7:13,14, 18) e ele não estará sozinho, mas conforme  diz o versículo 18:  Mas os santos do Altíssimo receberão o reino e o possuirão para todo o sempre, sim, para todo o sempre.
Entendemos que tais santos seriam os discípulos de Jesus e para poderem fazer parte do reino teriam de ser ungidos com o Espírito Santo. Sabemos que durante o Pentecostes de 33 E.C. o Espírito foi derramado sobre os 120 discípulos reunidos em uma sala de sobrado em Jerusalém. Ao saírem falavam as línguas das pessoas presentes na festa, pois tais pessoas eram judeus e prosélitos circuncisos, que vieram de todo mundo conhecido daquele tempo.
Aí Pedro fez um discurso explicando todas as coisas a respeito  de Jesus provando pelas as Escrituras que ele era O Messias  ou Cristo. Inclusive  aquilo que eles estavam vendo e ouvindo era o resultado do derramamento do Espírito Santo, conforme profetizado pelo profeta Joel. Qual foi a reação dos ouvintes de Pedro?
Atos 2:37-39:
E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos? Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo. Porque a promessa vos pertence a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe: a quantos o Senhor nosso Deus chamar.
Esta foi a primeira chave ou oportunidade para os circuncisos, Judeus e prosélitos, serem chamados e ungidos para fazerem parte do Reino dos Céus. Mais tarde os apóstolos souberam de samaritanos que já tinham sido batizados em nome de Jesus, estavam favoráveis à palavra a respeito de Jesus Cristo enviaram-lhe Pedro e João conforme Atos 8:14-17: Os apóstolos, pois, que estavam em Jerusalém, tendo ouvido que os de Samaria haviam recebido a palavra de Deus, enviaram-lhes Pedro e João; os quais, tendo descido, oraram por eles, para que recebessem o Espírito Santo. Porque sobre nenhum deles havia ele descido ainda; mas somente tinham sido batizados em nome do Senhor Jesus. Então lhes impuseram as mãos, e eles receberam o Espírito Santo.
Esta foi a segunda chave, a oportunidade para os Samaritanos serem chamados e ungidos para fazerem parte do Reino dos Céus.
Um dia Pedro estava em Jope, cerca de hora sexta. (Meio Dia) E tendo fome, quis comer; mas enquanto lhe preparavam a comida, sobreveio-lhe um êxtase, e via o céu aberto e um objeto descendo, como se fosse um grande lençol, sendo baixado pelas quatro pontas sobre a terra, no qual havia de todos os quadrúpedes e répteis da terra e aves do céu. E uma voz lhe disse: Levanta-te, Pedro, mata e come. Mas Pedro respondeu: De modo nenhum, Senhor, porque nunca comi coisa alguma comum e imunda. Pela segunda vez lhe falou a voz: Não chames tu comum e imundo ao que Deus purificou. Sucedeu isto por três vezes; e logo foi o objeto recolhido ao céu. Estando Pedro meditando ainda nesta visão, chegaram dois homens servos do Centurião Romano Cornélio que morava em Cesareia, pedindo para Pedro os acompanhar à casa do seu Amo. Pois Cornélio, embora fosse Gentio,  era um homem temente a Deus e tinha recebido a visita de um anjo dando instruções para que chamasse Pedro a fim de ouvir a Palavra a respeito do Cristo. Na casa de Cornélio, depois de Pedro fazer um discurso sobre tudo o que se passara com Jesus, ele usa a terceira chave ou seja a oportunidade para os Gentios serem chamados e ungidos para fazerem parte do reino dos Céus. (Leia Atos  todo Capitulo 10)
Vamos ler Atos 10:44-47 que diz: Dele todos os profetas dão testemunho de que todo o que nele crê receberá a remissão dos pecados pelo seu nome. Enquanto Pedro ainda dizia estas coisas, desceu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. Os crentes que eram de circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que também sobre os gentios se derramasse o dom do Espírito Santo; porque os ouviam falar línguas e magnificar a Deus. 
Como acabamos de verificar, a verdade das Escrituras mostra que as chaves que Jesus deu a Pedro, eram a oportunidade de tanto judeus e prosélitos circuncisos, como  samaritanos e mesmo os gentios serem chamados e ungidos para fazerem parte do reino dos Céus. Portanto o número de chaves eram três. Leiamos para terminar João 8: 31,32: Dizia, pois, Jesus aos judeus que nele creram: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
Sim, a verdade nos liberta de todas as doutrinas religiosas falsas, nos liberta de filosofias e tradições humanas que desonram a Deus e nos leva ao caminho que leva ao Pai, como Jesus falou em outra ocasião: 
Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. – João 14:6.

Compilação e Conclusões de Victor Alexandre.

O QUE É O ESPÍRITO SANTO?







O QUE É O ESPÍRITO SANTO?

           Esta gravura mostra o ocasião em que em que os 120 discípulos de Jesus recebem o Espírito Santo por meio de línguas de fogo. Leitor queira conferir o texto de Atos dos Apóstolos no capítulo 2  e até ao versículo 4.
Então o que é realmente o Espírito Santo?
        Um exame dos textos das Escrituras onde se fala do Espírito Santo revela que alguém pode estar “cheio”, “batizado” e “ungido” com Espírito Santo. Por exemplo, vejamos Lucas 1:41,42: Ao ouvir Isabel a saudação de Maria, saltou a criancinha no seu ventre, e Isabel ficou cheia do Espírito Santo, e exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre!
Temos também Mateus 3:11: Eu, na verdade, vos batizo em água, na base do arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu, que nem sou digno de levar-lhe as alparcas; ele vos batizará no Espírito Santo, e em fogo.
E ainda Atos 10:38: ... concernente a Jesus de Nazaré, como Deus o ungiu com o Espírito Santo e com poder; o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do Diabo, porque Deus era com ele.
Como vemos nenhuma destas expressões seriam corretas se o Espírito Santo fosse uma pessoa.
Por outro lado Jesus fala de um Ajudador (Parakletos em grego) que ensina, consola, faz lembrar, fala, ouve e dá testemunho. Transcrevemos alguns textos do evangelho de João, por exemplo 14:16,17,26; 15:26 e 16:13 que dizem: E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Ajudador, para que fique convosco para sempre. a saber, o Espírito da verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós. Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito. / Quando vier o Ajudador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que do Pai procede, esse dará testemunho de mim; / Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras. Não provam todas estas expressões que O Espírito Santo é uma pessoa?
- Não, se compararmos todos os textos onde se fala do Espírito Santo.
Abra a sua Bíblia em Lucas 11:19, 20 e veja o que Jesus diz a respeito de expulsar demônios: E, se eu expulso os demônios por Belzebu, por quem os expulsam os vossos filhos? Por isso eles mesmos serão os vossos juízes. Mas, se é pelo dedo de Deus que eu expulso os demônios, logo é chegado a vós o reino de Deus.
Como vimos Jesus expulsava os demônios pelo dedo de Deus. Mas o que é o dedo de Deus? Certamente um dedo não é uma pessoa, é apenas um membro que pode realizar muitas coisas.
Para saber o que realmente o que é esse dedo de Deus, analise o relato paralelo em Mateus 12:27, 28 que diz: E, se eu expulso os demônios por Belzebu, por quem os expulsam os vossos filhos? Por isso, eles mesmos serão os vossos juízes. Mas, se é pelo Espírito de Deus que eu expulso os demônios, logo é chegado a vós o reino de Deus.
Comparando os dois textos aprendemos que o dedo de Deus é o Espírito Santo de Deus.
Ora assim como um dedo não é uma pessoa, tão pouco o Espírito Santo é uma pessoa.
Então o que é realmente o Espírito Santo de Deus?
É uma poderosa força que emana do Altíssimo para cumprir a Sua Santa vontade.
Par provar que é assim leia os seguintes textos:
Primeiro, Salmo 104:29,30: Esconde-se o teu rosto, ficam perturbados; se lhes tiras a respiração, morrem, e voltam para o seu pó. Se envias o teu Espírito, são criados; e assim renovas a face da terra.
Assim para recriar as pessoas que morreram e para renovar a face da terra só a poderosa força divina, o Seu Espírito, poderá realizar tal coisa. Segundo, 2 Pedro 1:20,21: ...sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo.
Para produzir as harmoniosas e poderosas Escrituras Sagradas, só uma força poderosa podia inspirar 40 homens diferentes que viveram em épocas diferentes e que escreveram em línguas diferentes. E ainda com tantos ataques que as Escrituras sofreram através dos tempos, elas chegaram intactas aos nossos dias. Só a poderosa força divina, o Seu Espírito Santo conseguiu realizar tal preservação das Escrituras.
Terceiro, Atos 4:31: E, tendo eles orado, tremeu o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com intrepidez a palavra de Deus.
Para fazer tremer o lugar onde estavam reunidos e impeli-los a anunciar o evangelho com intrepidez, Deus enviou Seu Espírito Santo, ou a sua força ativa.
Mas então porque se insiste tanto em dizer que o Espírito Santo é uma pessoa? Alguns até oram ao Espírito Santo! Que erro! Na questão das orações, as Escrituras são bem claras, devem ser sempre dirigidas ao Pai (Mateus 6:9,10) e sempre no nome do Filho.(João 16:23,24)
 Bem, a razão de se dizer que o Espírito Santo é uma pessoa é culpa de um cristão apóstata que viveu no terceiro século da nossa era. Seu nome era Atanásio e ele criou a doutrina não bíblica da Santíssima Trindade. É por isso que tal ensino é chamado Credo Atanasiano.
Os cristãos que se mantiveram fieis ao ensino Sagrado eram liderados por um cristão fiel de nome Ário que se opôs denodadamente à doutrina de Atanásio. Chegou mesmo a haver luta armada em Roma entre os dois campos, foi aí que o Imperador Constantino o Grande interveio e convocou em 325 E.C o célebre Concílio de Nicéia. Neste concilio foi aprovado pelo imperador romano, que não era cristão batizado, o Credo Atanasiano como a doutrina principal da Igreja Católica Romana.
O que aconteceu com Ário e aqueles que o seguiam?  - Como era de esperar foram presos, torturados e executados tal como o seu Mestre Jesus Cristo!
O credo atanasiano consiste no seguinte: O Pai é Deus, o Filho é Deus, o Espírito Santo é Deus, contudo não são três Deuses, mas um Só Deus. Três pessoas distintas, mas um só Deus. Difícil de entender não é? Para já é um erro de matemática. Três coisas distintas, são três e nunca uma.
Pois nem a palavra Trindade, nem a idéia de Deus ser uma Trindade, existem nas Escrituras Sagradas.  Como vimos a doutrina da Trindade não se origina do Espírito de Deus que inspirou as Escrituras, mas é ensino do homem Atanásio.
Para concluir porque não acompanhar Estevão indo lá ao Céu e tirar esse assunto a limpo?
Leia Atos 7:55,56 que diz: Mas ele, cheio do Espírito Santo, fitando os olhos no céu, viu a glória de Deus, e Jesus em pé à direita de Deus,
 e disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem em pé à direita de Deus.
Estevão que estava na terra, cheio do Espírito Santo teve uma visão do Céu aberto e viu duas pessoas diferentes: O Filho em pé à direita do Pai. Ele viu lá no Céu duas pessoas e não três. Como vimos, nem Jesus é Deus, nem o Espírito Santo é Deus, nem os três são um.
Assim, o Espírito Santo não é uma pessoa, mas sim a poderosa força ativa de Deus.

Compilação e conclusão de Victor Alexandre.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

PODE ALGUÉM IR E VOLTAR DO INFERNO?




PODE ALGUÉM IR E VOLTAR DO INFERNO?

A Palavra Inferno é definida nos dicionários desta forma:
1. Lugar subterrâneo em que habitavam as almas dos mortos.
2. Segundo o cristianismo, lugar destinado ao suplício das almas dos condenados e onde habitam os demônios.
3. Os demônios.
4. Tormento, martírio atroz.
A cristandade também afirma que quem entra no inferno, nunca poderá sair, fica lá por toda a eternidade. Ensina a Escritura Sagrada a existência de um inferno de fogo para atormentar as almas dos maus por toda a eternidade?
A palavra inferno aparece em numerosas versões da Bíblia. Por outro lado algumas traduções recentes preferem "sepultura" ou "morada dos mortos". Outras versões transcrevem os termos originais e os deixam no nosso alfabeto sem os traduzir. Quais são tais termos? - O hebraico Seol e o seu equivalente grego, Hades que designam, não uma sepultura individual, mas a sepultura comum da humanidade. Há ainda a palavra grega Geena (Mat. 10:28) que é símbolo de destruição eterna ou a segunda morte, bem como Tártaro (2 Pedro 2:4) que significa a condição rebaixada dos anjos que pecaram, os demônios.
Sofrem os mortos que vão para o Seol (Inferno em algumas versões da Bíblia)?
Vejamos o que diz Eclesiastes 9:5,10: Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco têm eles daí em diante recompensa; porque a sua memória ficou entregue ao esquecimento.Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças; porque no Seol, para onde tu vais, não há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.
Também o Salmo 146:4 diz: Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não há auxílio. Sai-lhe o espírito, e ele volta para a terra; naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos
Espírito aqui quer dizer a força de vida presente nas células do corpo e não uma alma que vagueia por aí até chegar ao céu, purgatório ou inferno. O texto é bem claro: "naquele dia perecem seus pensamentos", sendo assim não poderá sofrer tormentos. Aliás, em Ezequiel 18:4 diz que a alma morre: Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá.
Porque existe então tanta confusão sobre as palavras originais traduzidas por inferno?
1º - A falta de coerência dos tradutores, a mesma palavra foi vertida por vários termos. Seol e Hades foram traduzidas por: Morada dos mortos, sepultura, morada subterrânea, fundo da terra e inferno. Portanto essas duas palavras querem sempre dizer sepultura. Veja Jonas 2:1-3 que diz segundo a versão J. F. de Almeida:
E orou Jonas ao Senhor, seu Deus, lá das entranhas do peixe; e disse: Na minha angústia clamei ao Senhor, e ele me respondeu; do ventre do inferno (Seol - Gospel Digital) gritei, e tu ouviste a minha voz. Pois me lançaste no profundo, no coração dos mares, e a corrente das águas me cercou; todas as tuas ondas e as tuas vagas passaram por cima de mim. Assim o Inferno ou Seol onde esteve Jonas era o ventre do peixe que em vez de ter fogo, tinha mares, correntes de águas e vagas. Se o grande peixe não tivesse vomitado Jonas, a barriga dele teria sido a sepultura (ou o Seol) do profeta.
2º - Muitos tradutores deixaram que suas crenças pessoais influenciassem os seus trabalhos, por essa razão não foram conseqüentes na sua maneira de traduzir os termos originais.
Por outro lado há traduções que são coerentes em muitas passagens das Escrituras, por exemplo a versão Gospel Digital traduz a palavra Seol por Hades quase sempre. Vejamos Atos 2:28-31 que nos diz: Irmãos, seja-me permitido dizer-vos livremente acerca do patriarca Davi, que ele morreu e foi sepultado, e entre nós está até hoje a sua sepultura. Sendo, pois, ele profeta, e sabendo que Deus lhe havia prometido com juramento que faria sentar sobre o seu trono um dos seus descendentes - prevendo isto, Davi falou da ressurreição de Cristo, que a sua alma não foi deixada no Hades, nem a sua carne viu a corrupção. Ora, a este Jesus, Deus ressuscitou, do que todos nós somos testemunhas.
No seu discurso o apóstolo Pedro falando de Davi, cita o Salmo 16:10 que diz:
Pois não deixarás a minha alma no Seol, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.
A versão J. F. de Almeida em Atos 2:28-31 usa a palavra Hades tal como a Gospel, mas no Salmo 16:10 traduz Seol por Inferno. Que falta de  coerência! Outra incoerência se encontra em Mateus 16:18 que diz: Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e os portões do Inferno (Hades - Gospel Digital)  não prevalecerão contra ela;
Analisando bem os textos acima transcritos, se o Hades ou Seol fosse um lago de fogo e enxofre onde as almas são atormentadas e que os que entram lá não podem mais sair, então Jesus após a sua morte esteve no Inferno e saiu de lá. Era Jesus mau, para ir para o Inferno? O Credo católico nos dá a solução  sobre este assunto, pois diz: ... "Jesus foi morto, crucificado, desceu aos infernos e ao terceiro dia ressuscitou dos mortos." Entendemos que Jesus foi morto, sepultado no Hades (Infernos ou Sepultura comum da humanidade) e ao terceiro dia foi ressuscitado dentre os mortos. Assim será também com a sua Igreja, os portões do Hades não prevalecerão contra ela pois o seu Senhor a ressuscitará dentre o mortos.
Outra má tradução é a da palavra hebraica Nephesh e da grega Psykhé, alguns tradutores as traduzem por alma em alguns lugares e em outros por espírito, daí a confusão que leva muitos a dizerem que a alma é o nosso espírito que é imortal.
 No entanto estas duas palavras traduzidas alma, significam: Pessoa, Vida, ou mesmo Sangue. Quando se diz que Jesus deu a sua alma em sacrifício na estaca de tortura quer dizer que deu a sua vida ou o seu sangue. Quando diz que não se deixou a sua alma no Hades, quer dizer que o homem Jesus, foi ressuscitado.
 E não é verdade que o homem Adão foi feito alma vivente? Confira em Gênesis 2:7 que diz: E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente.
Como vimos Adão era uma alma, não tinha uma alma. Após o pecado a Alma Adão foi condenada à morte, como diz Gênesis 3:19: Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado; porquanto és pó, e ao pó tornarás.
930 anos mais tarde a Alma Adão morreu. Por isso Ezequiel 18:4 é coerente com isso quando diz: ... a alma que pecar, essa morrerá.
Assim esse negócio de os humanos possuírem uma alma ou um espírito imortal que se separa do corpo, por ocasião da morte, não é ensinado nas Escrituras, antes faz parte dos ensinos do filósofo grego Platão que existiu 350 anos antes de Jesus vir à Terra.
A doutrina do Inferno de fogo é baseada nas crenças babilônicas e assírias dos tempos antigos. Mesmo o Budismo que foi criado no sexto século antes de Cristo ensina que existe um inferno ardente e um inferno frio. Pinturas sobre o inferno que se podem ver em certas igrejas católicas italianas são de inspiração etrusca.
 Portanto sendo o inferno bíblico, apenas a sepultura comum de toda a humanidade, os bilhões de pessoas que morreram e foram sepultadas, um dia poderão sair de lá. Não foi um homem comum, um teólogo ou filósofo que inventou isso. Abra a sua Bíblia e leia João 5:28 e 29: Não vos admireis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros (Túmulos memoriais - NM) ouvirão a sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo.
Por meio da ressurreição geral dos mortos, o Seol, o Hades, o inferno bíblico, os  sepulcros, os túmulos memoriais ou seja a sepultura comum da humanidade será esvaziada, em outras palavras, os que um dia entraram lá, sairão. Jesus confirmou isso por ocasião da ressurreição de Lázaro dizendo a Marta o que está escrito em João 11:25,26: Declarou-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá;e todo aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá. Crês isto?
Sim Senhor Jesus, eu creio firme como rocha que essas suas palavras se cumprirão em breve. Dessa maneira, muitas pessoas mansas que já morreram, voltarão. E muitas pessoas mansas que vivem nunca morrerão. E como o Senhor disse, conforme registrado em João 17:3 terão a vida eterna. Tal vida será usufruída aqui mesmo nesta Terra tal como o Senhor disse no seu sermão do monte e registrado em Mateus 5:5: Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra.
Também creio firme como rocha que isso se cumprirá quando a vontade do seu Pai Celestial for feita na Terra como está sendo feita no céu. 
O Senhor, na oração-modelo que ensinou aos seus discípulos frisou bem isso, conforme registrado em Mateus 6:9,10: Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;

VEM SENHOR JESUS E COMO REI REINANTE FAÇA A VONTADE DO SEU PAI, ASSIM NA TERRA COMO ESTÁ SENDO FEITA NO CÉU!!!

Complilação e conclusões de um Cristão esclarecido

ARTES E CULTURA




ARTES E CULTURA

Artistas, músicos e pintores
Através das eras engrandeceram
Civilizações e sua cultura.
Deram incalculáveis valores
Às gerações que lhes sucederam
Sendo uma herança segura.

Especialmente as Belas-Artes
Em palácios e museus, expostas,
Hoje estão servindo para educar,
Pela cultura e pelas artes,
Juventude que busca respostas,
E assim ela vai se cultivar.

História mostra que a cultura
Foi o pilar de muitas nações,
A sua coroa de glória.
Ao destruírem sua estrutura
Ruíram várias civilizações.
Como mostra a nossa história!

Victor Alexandre

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

A LOIRINHA LINDA






A LOIRINHA LINDA

Aquela loirinha linda
Tem cabelo da cor do sol
É bela e elegante.
Muita gente diz ainda
Loira é estúpida e mole.
Ela passa, vai avante.

A tal gente, ouvidos não dá.
E lá vai ela charmosa.
Cuidando da sua vida.
Mais linda que ela não há.
É como uma linda rosa
Fresca e cheia de vida.

Ela é inteligente
Sabendo a vida levar.
A ninguém devendo nada,
Cala a boca a muita gente.
Ao menos ela sabe amar
E em retorno é amada.

Ela, a linda loirinha,
É o sol da minha rua,
Quando passa cada manhã.
Cheirosa e bonitinha
Mostrando essa vida sua
Num corpo lindo e mente sã.

Loira linda a todos diz:
O importante é ser feliz.

Victor Alexandre

CATAR LIXO = CATAR FEIJÃO!




      CATAR LIXO = CATAR FEIJÃO!



Catar papel ou catar papelão
É sina do pobre desempregado.
De manhã cedinho chega ao lixão
Vestindo o seu macacão remendado
Longo dia de trabalho começa
Catando papelão tira sua renda
Trabalho duro embora não pareça
Pão seco será a sua merenda.

Á noitinha no seu velho barraco
Vai contando as suas notas de real,
Que rendeu o conteúdo do saco
Hoje a receita não foi nada mal.
Quando chegar das compras no sacolão
A sua família vai rir e pular
Sua esposa pode ir catar o feijão
Hoje seus filhinhos terão o jantar.

Se os deputados lá em Brasília
Soubessem como vive o catador
Para poder sustentar a família
Nunca solicitariam sem pudor
O aumento dos seus fartos salários.
Antes devem usar de empatia.
Coloquem-se no seu lugar por um dia.
Sejam catadores sejam operários.

Depois de catarem o dia inteiro
Vão saber dar o verdadeiro valor
De quanto custa ganhar o dinheiro
Que faz viver família do catador.
O pobre passa a vida catando.
Catando papel, catando papelão.
Vivendo sujo e a suor cheirando.
Mas honestamente ganha o seu pão.

Catar lixo e separar papelão
Na vida do pobre desempregado,
Que nunca teve um mensalão,
Tem sempre um grande significado:
Sua mulher vai poder catar feijão.

Victor Alexandre

O AR QUE RESPIRAMOS ESTÁ CADA VEZ MAIS POLUÍDO!




O AR QUE RESPIRAMOS ESTÁ CADA VEZ MAIS POLUÍDO!


A partir da metade do século XVIII, a produção de máquinas e a instalação de indústrias, na Europa e nos Estados Unidos, e depois em outras partes do planeta, trouxeram conforto e facilidades. Mas também muitos problemas. Toneladas de produtos tóxicos são diariamente lançados na atmosfera pelas chaminés das fábricas e pelos escapamentos dos veículos. Gases e partículas sólidas originadas da queima de combustíveis fósseis (gasolina, óleo diesel, carvão mineral, gás natural) da quebra de lenha e álcool e das queimadas das matas e  florestas. O monóxido de carbono é um gás invisível e sem cheiro, eliminado pelos escapamentos dos veículos, que é muito perigoso. Perigoso porque ele se combina com a hemoglobina, a substância do sangue que transporta  oxigênio dos pulmões para todas as células do organismo. Combinada com o monóxido de carbono, a hemoglobina fica na impossibilidade de transportar oxigênio. Os efeitos desse tóxico sobre o corpo vão depender do tempo que a pessoa passa respirando o gás e também da concentração desse gás no local. A pessoa pode apenas sentir dor de cabeça e enjôo ou também ficar com os reflexos prejudicados. 
Em lugares fechados - uma garagem, por exemplo - , o monóxido de carbono pode atingir concentrações maiores, capazes de fazer a pessoa perder a consciência e morrer asfixiada por falta de oxigênio. A queima de carvão mineral e de derivados do petróleo por indústrias e veículos produz gases com nitrogênio e enxofre. Além de irritar os olhos e prejudicar o sistema respiratório, esses gases se combinam com a água das nuvens e formam ácidos, como o ácido sulfúrico  e o ácido nítrico, resultando em neblinas e chuvas ácidas. Tais chuvas são tão ácidas que podem destruir plantações e florestas, corroer prédios e monumentos bem como acabar com a vida em certos ambientes aquáticos. O grau do problema causado pela poluição depende da concentração de produtos tóxicos e do tempo de exposição de uma pessoa ao ambiente poluído. Idosos e pessoas com problemas respiratórios (asma, enfisema etc.) correm mais riscos do que outras. 
Os problemas pioram quando ocorre a chamada inversão térmica, que é uma troca de posição entre o ar quente e o ar frio. Em geral o calor do solo passa para o ar, que fica quente e sobe. Ao subir ele leva os poluentes para longe da superfície. Porém, no inverno o solo pode esfriar muito à noite e o sol fraco durante o dia não o aquecer suficientemente. O ar perto do solo fica mais frio que o ar das camadas superiores e por isso não sobe. Então a poluição acumula-se próximo à superfície. Em casos extremos de concentração de poluição as autoridades o estado de emergência que é  proibir a circulação de veículos nas áreas mais atingidas. Em São Paulo circulam 7 milhões de carros e quase 420 mil veículos movidos  a diesel, como ônibus, vans e caminhões. Em julho e agosto de cada ano o nível de poluentes aumenta muito. Nesses meses a poluição é responsável pela morte de pelo menos 10 pessoas por dia na cidade. O que se deve fazer então? Embora os carros já saiam das fábricas com catalisadores que reduzem a poluição, porém, o motorista deve cuidar da manutenção das condições originais do veículo. Manter o motor sempre regulado é uma forma de diminuir a poluição. Investir em transportes coletivos. Melhor ainda é se tal transporte for movido a energia elétrica como o metrô, por exemplo. Combustíveis tais como o álcool e o gás natural poluem menos. As autoridades devem fiscalizar e multar veículos com motores desregulados bem como fiscalizar e multar  industrias que não instalaram equipamentos não poluentes. Parte da solução depende do governo, outra parte depende de cada um de nós. Numa democracia o povo elege seus governantes. Por isso mantenha-se bem informado acompanhando as notícias na mídia. E quando chegar a hora de votar, leve em consideração as propostas que os candidatos apresentam para resolver os problemas do meio ambiente.

Victor Alexandre.


domingo, 16 de dezembro de 2012

EM 2012 SERÁ FIM DO MUNDO?












EM 2012 SERÁ FIM DO MUNDO?


De vez em quando aparecem homens muito "sábios"  anunciando o fim do mundo.  Desde o início deste ano segundo o calendário Maia o fim do mundo  será do dia 21 de Dezembro de 2012.
Também existem líderes religiosos afirmando que o fim do mundo virá, mas não sabemos nem quando nem como! 
A Sagrada Escritura também fala disso, mas não fala do dia e hora desse acontecimento. Queira ler no evangelho de  Mateus em 24:34-36 que diz: 
"Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas essas coisas se cumpram, passará céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão. Daquele dia e hora, porém, ninguém sabe, nem os anjos do Céu, nem o Filho, mas unicamente o Pai."
Essa é uma verdade inegável, mas esse fato encerra outra verdade que os líderes religiosos escondem do povo. Eles ensinam nas suas igrejas  que Jesus é Deus, note porém que as Escrituras dizem: "Daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o filho, mas unicamente o pai."
Como viram os clérigos religiosos, por causa da doutrina falsa da trindade, estão induzindo os seus fiéis em erro. Pois está bem claro que tem coisas que o Filho não sabe, mas só o Pai sabe.  Por isso a verdade das Escrituras é:
O Filho nunca foi Deus, mas o verdadeiro Deus é unicamente o Pai Celestial, o Criador dos Céus e da Terra! 
 E isso se pode analisar na carta de Paulo aos  Filipenses no capítulo 2 e do versículos 5 ao 11 onde diz que Jesus nunca quis ser igual a Deus!  
Veja só:
"Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus,
o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou a uma usurpação, a saber, que devesse ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens;  e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, sim,  morte numa estaca de tortura. 
Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que é sobre todo nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, 
e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai."
Se leitor ainda duvida sobre se  Jesus é Deus ou não, leia no evangelho de João capítulo 17 e versículo 3 onde o próprio Jesus diz:
"Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviastes Jesus Cristo."
Todo o capítulo 17 de João relata  essa oração completa de Jesus ao Seu Pai Celestial, onde sem sombra de dúvida se vê que Jesus e Seu Pai são duas pessoas diferentes e que o Pai bem superior ao Filho, embora a sua atuação é de perfeita em união entre estes dois personagens mais importantes do Universo.
Quanto ao Fim do Mundo fiquemos tranquilos que Deus sabe o que é melhor para a humanidade. 
Para saber mais sobre este assunto leia neste blog o tema: "O MUNDO EM QUE VIVEMOS NÃO TEM A APROVAÇÃO DE DEUS"
        Veja o link http://poesiaseprosasdeva.blogspot.com.br/2011/12/o-mundo-em-que-vivemos-nao-tem.html

Victor Alexandre


terça-feira, 11 de dezembro de 2012

IMAGINAÇÃO - FICÇÃO





IMAGINAÇÃO - FICÇÃO




Por volta do ano 1500 A.C. o profeta Moisés era pastor na Terra de Midiã, por conta de certo Jetro, que mais tarde lhe deu a sua filha Zípora em casamento. Nesta época ele tomou conhecimento de um caso passado com um homem de nome Jó que morava naquela região. Mais tarde durante a peregrinação do povo de Israel no deserto em direção à terra prometida ele escreveu o livro bíblico de Jó. O capítulo 1 deste livro começa assim:
Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó. Era homem íntegro e reto, que temia a Deus e se desviava do mal. Nasceram-lhe sete filhos e três filhas.
Possuía ele sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas juntas de bois e quinhentas jumentas, tendo também muitíssima gente ao seu serviço; de modo que este homem era o maior de todos os do Oriente... Ora, chegado o dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles.
O Senhor perguntou a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao Senhor, dizendo: De rodear a terra, e de passear por ela. Disse o Senhor a Satanás: Notaste porventura o meu servo Jó, que ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, que teme a Deus e se desvia do mal? Então respondeu Satanás ao Senhor, e disse: Porventura Jó teme a Deus debalde? Não o tens protegido de todo lado a ele, a sua casa e a tudo quanto tem? Tens abençoado a obra de suas mãos, e os seus bens se multiplicam na terra. Mas estende agora a tua mão, e toca-lhe em tudo quanto tem, e ele blasfemará de ti na tua face! Ao que disse o Senhor a Satanás: Eis que tudo o que ele tem está no teu poder; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do Senhor.
Na continuação da história de Jó sabemos que Satanás fez com que seus filhos fossem mortos, que as suas propriedades fossem queimadas e roubadas e ele mesmo pegou uma doença horrível. Sabemos também que apesar de tudo isso Jó se manteve fiel a Deus, embora a própria esposa o desencorajasse disso dizendo-lhe: Amaldiçoa a Deus e morre.
Este relato nos mostra que na corte celestial periodicamente tem reuniões dos anjos sob a presidência do Soberano Universal e que o como anjo que é, Satanás comparecia a tais reuniões. Quase 4.000 anos se passaram e nós não podemos saber se tais reuniões celestiais ainda continuam, a Bíblia não nos fala nada sobre isso. No entanto nós que nos intitulamos cristãos, tendo conhecimento das Escrituras Sagradas, e estando envolvidos, poderíamos imaginar o que se poderia passar nos nossos dias se tais reuniões ainda existam. Claro tudo o que vai ser dito a partir de agora é pura ficção, mas no possível dentro da verdade bíblica.
Imaginemos miríades e miríades de anjos reunidos (Heb. 12:22,23) e Satanás vem no meio deles e o Senhor Deus  pergunta a Satanás: Donde vens? Este responde: De rodear a terra, e de passear por ela. O Senhor Deus diz: Notaste os meus servos fiéis que são íntegros e retos? Satanás responde: Mas são bem poucos, pois a maioria da humanidade me serve. Não disse o teu querido Filho o arcanjo Miguel quando esteve na Terra que eu era mentiroso e pai da mentira? (João 8:44) E não disse o teu apóstolo Paulo, me chamando o deus deste século que eu ceguei a mente dos incrédulos (2 Cor.4:4) para que eles não aceitem a luz do Cristo que é a tua imagem. Isso acontece porque eu fiz bem as coisas, pintei a adoração pagã da antiguidade com doutrinas e nomes cristãos, assim todas essas mentiras parecem verdades e o povo imperfeito acredita mais rápido na mentira do que na verdade. Olha manda um dos teus fiéis servos explicar ao povo que a Santíssima Trindade é falsa que Jesus não é Deus, que o espírito santo é a tua força e não uma pessoa, que a alma não é imortal, ninguém vai acreditar. E se ele disser que as igrejas estão do meu lado, até serão capazes de o matar.
O Senhor Deus interrompe: Tu crês que ficarás impune por tudo isso? Satanás responde, não sei, mas o que eu sei é que farei com que os homens continuem fazendo coisas horríveis aos teus olhos. Não disse o teu apóstolo Paulo que eu sou o Deus da Morte? (Heb. 2:14) Então eu uso as guerras, os genocídios, mesmo assassinos individuais para que as pessoas percam a fé em ti. Finalmente usarei a guerra nuclear para acabar com a vida sobre a Terra e como disse o teu profeta Isaias (Isaias 14:13) eu me sentarei no teu trono e serei semelhante a ti.
 O Senhor Deus sem perder a calma nem usar injúrias fala:
Te responderei como te respondeu o meu Filho lá no deserto no ano 29 E.C. quando o tentaste: “Está escrito”. Citaste o profeta Isaias mas esqueceste o que ele diz no verso anterior e no verso posterior: Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filha da alva! como foste lançado por terra tu que prostravas as nações!  Contudo levado serás ao Seol, ao mais profundo do abismo. Sim, também está escrito no Apocalipse como isso vai suceder. Isso sucederá por etapas.

O Capitulo 9 versos 7-9 diz: Então houve guerra no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão. E o dragão e os seus anjos batalhavam, mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou no céu.
E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e      Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele. Esta é a primeira etapa. Em breve o meu amado Filho o Arcanjo Miguel a quem tu odeias, te expulsará do Céu para a vizinhança da Terra, e sabemos que irás causar mais ais na Terra.

A próxima etapa é relatada no capitulo 20 verso 1 e 2:
E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e o amarrou por mil anos. Lançou-o no abismo, o qual fechou e selou sobre ele, para que não enganasse mais as nações até que os mil anos se completassem. Depois disto é necessário que ele seja solto por um pouco de tempo.

E Deus fala finalmente da terceira etapa como nos diz o verso 10: ...e o Diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados pelos séculos dos séculos.
E a reunião celestial se termina e logo após se vê muita movimentação e se ouvem gritos de guerra, e Satanás o Diabo foge precipitadamente.

Compilação e conclusões de Victor Alexandre